SÍNDROME DE DOWN

Conheça mais!

Como Identificar?

A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou em grande parte das células de um indivíduo, essa ocorrência acontece na hora da concepção. As pessoas com a síndrome possuem 47 cromossomos ao invés de 46, como a maior parte da população.

A identificação do bebê pode ser feita no nascimento pela combinação de algumas características físicas e do exame cariótipo, que constata a existência do cromossomo extra no par 21. Características semelhantes não definem todas as pessoas com a síndrome como iguais. Cada pessoa apresenta características e personalidades diferentes e únicas.

É importante desmistificar: a ocorrência genética não tem ligação nenhuma com o comportamento dos pais. Ela independe de raça, país, religião ou condição econômica da família, sendo a ocorrência genética mais frequente, com cerca de um a cada 700 nascimentos.

A pessoa com síndrome de Down possui também uma deficiência intelectual, e por isso é de grande importância que receba os estímulos necessários desde cedo para desenvolver suas capacidades pessoais, conquistar sua autonomia e seu espaço na sociedade. 

PERGUNTAS FREQUENTES

Síndrome de Down é uma doença?

A síndrome de Down é uma ocorrência genética e não uma doença. A síndrome ocorre devido à trissomia do cromossomo 21 (provocada por um cromossomo extra no par número 21 a mais em todas as células). Por isso, não é correto dizer que a síndrome de Down é uma doença ou que uma pessoa que tem síndrome de Down é doente.

Síndrome de Down tem cura?

A síndrome de Down não é uma doença crônica e nem uma lesão, portanto não tem cura. É uma ocorrência genética e por isso não define o indivíduo.

Pessoas com síndrome de Down adoecem mais?

Ocasionalmente, como consequência de baixa resistência imunológica, as pessoas com síndrome de Down, principalmente nos primeiros anos de vida, estão mais sujeitas a infecções, principalmente no sistema respiratório e digestivo. Esta propensão vai diminuindo com o crescimento da pessoa.

Pessoas com síndrome de Down podem trabalhar?

As pessoas com síndrome de Down devem trabalhar. O trabalho é essencial para a construção de uma identidade adulta. O trabalho faz parte da realização pessoal do individuo e é uma conquista social. Atualmente, há muitas oportunidades de trabalho para as pessoas com deficiência devido às políticas públicas e os projetos e campanhas inclusivas.

Pessoas com síndrome de Down devem frequentar escola especial?

As pessoas com síndrome de Down têm o direito de participação plena na sociedade como qualquer outra criança, desta forma devem estar incluídas na rede regular de ensino.

As pessoas com síndrome de Down apresentam atraso no desenvolvimento da linguagem?

Há um atraso no desenvolvimento da linguagem que pode ser observado ao longo da infância com as primeiras tentativas de pronunciar palavras, frases e na dificuldade articulatória para emitir alguns sons. Entretanto, não há regra para saber quando e como a criança falará, pois depende das características de cada indivíduo.

Por que não se utiliza o termo portadores de síndrome de Down?

Uma pessoa não pode portar uma deficiência, visto que, a deficiência é uma característica inerente a pessoa e não algo que se pode retirar. Portanto são pessoas com síndrome de Down e não portadores de síndrome de Down.

As pessoas com síndrome de Down são todas iguais?

Apesar de terem algumas semelhanças entre si, não são todos iguais. Características físicas como olhos amendoados, baixo tônus muscular e deficiência intelectual não são semelhanças e não características definidoras.

DÚVIDAS? PERGUNTE-NOS

Para utilizar CAPTCHA, você previsa do plugin Really Simple CAPTCHA instalado.



Telefone: (19) 3795-4690

Celular: (19) 9 8992-4523

Endereço: Rua: Ezequiel Magalhães
Nº 99 - Vila Brandina. Campinas - SP
Ref.: Condomínio Iguatemi (entrada ao lado da FEAC)

Curta nossa página

Contato Rápido